quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

‘’Acesse a sua essência” (A natureza verdadeira do Ser Interior)

Recebi esse texto da minha professora de Yoga para reflexão.

Fonte

Vivemos em um mundo condicionado a valorização da busca dos valores externos, como a posição social, riqueza material, intelectualidade etc. sim! É evidente que fazem parte do crescimento pessoal e da nossa evolução, mas isto é relativo, pois devemos conectar paralelamente com nosso Ser Interior, ou seja, buscar dentro de si mesmo as verdadeiras qualidades e virtudes inerentes a todo ser humano independente da sua raça, cor, instrução ou posição econômica.

As verdadeiras qualidades e virtudes só você pode conquistá-las e são virtudes intransferíveis.Esse desenvolvimento é imprescindível para determinar a receptividade espiritual que nos proporciona equilíbrio e harmonia em todas as situações da nossa vida.

A espiritualidade está aí o tempo todo e não nos abandona. Os anjos, os mestres, os mensageiros e os guardiões. E você? Fez a sua parte? Cuidou-se? Cuidou das suas próprias necessidades ou tem negligenciado consigo mesmo? Lembre-se de que esse comportamento causa um desgaste emocional e assim, as pessoas muitas vezes não se incluem como necessitados, sendo uma situação comum a todos nós.

O serviço voluntário é um dos caminhos para chegar ao coração, criar sanskaras positivos (karma Yoga) para Si e para o mundo, desde que ele seja realizado com o objetivo de mudar a Si mesmo ajudando os outros. É a oportunidade de realizar o bem sem esperar benefícios posteriores, sem criar expectativa de mudança naquele que recebe a ação porque o maior beneficiado é aquele que faz a ação.

“Há uma história sobre um guru indiano que foi para os Estados Unidos. Ele conversava com uma mulher muito confusa e desesperada. E disse ela: ’ O que você quer da vida? ’ A mulher respondeu: Quero ajudar as pessoas. ‘ Mas se ainda não fez isso nem por si mesma, como pode ajudar alguém?”

Por estas razões sou uma divulgadora do autocuidado para promover equilíbrio e o perdão a nós mesmos em nossa jornada espiritual.

E então, vamos praticar Yoga? Um dos caminhos seguros para resgatarmos a consciência e a liberdade de cuidar de nós mesmos e de que somos donos do nosso próprio destino. 



Namastê,

Um comentário:

  1. É um belo texto, Ro... tenho praticado Yoga e estou adorando. beijinhos

    ResponderExcluir

Deixe seu blá blá blá, isso me deixa muito FELIZ. :) :)
Os comentários serão retribuídos com uma visitinha e um comentário meu no seu cantinho!
Namastê!